Make your own free website on Tripod.com

Presbiterianismo
 
"Então, se reuniram os apóstolos e os presbíteros para examinar a questão. Então, pareceu bem aos apóstolos e aos presbíteros com toda a Igreja, tendo elegido homens entre eles, enviá-los, juntamente com Paulo e Barbabé, a antioquia."
(Atos 15:6,22).
 

A Igreja Presbiteriana do Brasil, é uma denominação conciliar, isto é, governada por concílios. Esta é uma diferença básica e peculiar da nossa Igreja em relação às outras denominações evangélicas, pois o sistema de governo presbiteriano, representativo como é, não admite a liderança pessoal, de uma só pessoa perpetuando no governo, sem que a maioria a coloque no comando. As decisões são tomadas, após serem bem debatidas, discutidas , avaliadas e votadas pela maioria.

Os concílios existem para melhor governo e maior edificação da Igreja.

A Igreja é governada por quatro Concílios, que são assembléias constituídas de Ministros e Presbíteros regentes, que são eleitos pelos membros em assembléias gerais das Igrejas locais, legalmente convocadas para esse fim.

Os concílios guardam entre si gradação de governo e disciplina; e, embora cada um exerça jurisdição original e exclusiva sobre todas as matérias da sua competência os inferiores estão sujeitos à autoridade, inspeção e disciplina dos superiores.

Os Concílios da Igreja Presbiteriana do Brasil em ordem ascendente são: O conselho, que exerce jurisdição sobre os membros de uma Igreja local. O Presbitério, que exerce jurisdição sobre os Ministros e Conselhos de Igrejas de uma determinada região. O Sínodo, que exerce jurisdição sobre três ou mais Presbitérios. O Supremo Concílio, que exerce jurisdição sobre todos os Concílios da Igreja Presbiteriana do Brasil, em todo o território nacional.

Esteve reunido em nossa Igreja, desde sexta-feira (04/07), o Sínodo Vale do Aço, em sua V Reunião Ordinária. Elegeu a sua nova diretoria, que dirigirá este Concílio até julho de 1999. Elegeu também o seu tribunal de recursos e os seus secretários sinodais, com igual tempo de gestão.

Que Deus possa derramar Suas ricas bênçãos sobre o nosso Sínodo, Concílio maior da nossa Igreja, aqui na região eclesiástica do Vale do Aço. Que a nova mesa tenha a sabedoria do Alto(de Deus) para orientar bem os Presbitérios e igrejas, para que haja paz e progresso presbiteriano no Vale do Aço.

Rev. Enos Dias Pereira